total
R$ 0,00
Finalizar Compra
menu
Logotipo Monogramma
Logotipo Monogramma

“Fui criado vendo meu pai fazer roupas sob medida. Meu primeiro sapato social, para a primeira comunhão, foi produzido especialmente para mim pelo Sr. Petrica, sapateiro que atendia em sua casa, na Vila Prudente, e tinha fabricado também o primeiro sapato do meu pai, 40 anos antes – meu pai havia sido apresentado ao Sr. Petrica por seu tio, Rodolfo Belfiore (meu xará), e repetiu o gesto comigo. Fui descobrir depois que o Sr. Petrica, já velhinho quando nos conhecemos, em seus anos áureos fazia os calçados do ex-governador de São Paulo Adhemar de Barros, do banqueiro Walter Moreira Salles, do empresário Ermelino Matarazzo e do magnata da imprensa Dr. Assis Chateaubriand entre outras tantas personalidades.

Meu pai era advogado, usava terno e camisa todos os dias para trabalhar. Em toda a minha vida, nunca vi meu pai comprar uma única camisa social em lojas, elas sempre foram feitas sob medida por alfaiates.

Vestia-se extremamente bem e tinha um cuidado especial com suas roupas. Caprichava na escolha e chegava a escovar todas as manhãs o terno que iria usar naquele dia. Ele usava ternos de linho branco e sapatos de couro bicolores – poucos homens conseguem usar corretamente essas peças, mas, quando acertam, o resultado é maravilhoso!

Meu pai me contava que seu tio Rodolfo era muito alinhado e vestia-se igualmente muito bem; seu outro tio Aurélio idem – os três conviviam muito juntos, Rodolfo era o mais velho.  

A ascendência dos Belfiore é, obviamente, italiana, e carrego um pouco disso no meu sangue.

Quando chegou a minha hora de ir trabalhar... o terno não era sob medida, mas um risca-de-giz da Vila Romana mesmo, escolhido por meu pai. A camisa, essa sim, foi feita no Sr. Antonio, à época um dos melhores camiseiros de São Paulo e, é claro, fornecedor permanente do meu pai."